Fechar

Michel Serres

Imortal da Academia Francesa, tem contribuído para os estudos em epistemologia, filosofia da ciência, educação, meio ambiente e comunicação. Suas pesquisas em Leibniz e Simone Weil têm sido objeto de prestígio dos intelectuais. Formado pela École Normale Supérieure, foi colega de departamento, na década de 1960, de Michel Foucault nas universidades de Clermont-Ferrand e Vincennes; lecionou também na Université Paris VII e História da Ciência na Sorbonne; foi professor visitante na Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP; atualmente, é professor emérito de Francês na Universidade de Stanford, EUA. Integra o comitê diretor da TV5 e escreveu vários documentários educativos que foram utilizados no Brasil pela TV Escola. Fez o discurso de recepção a René Girard na Academia Francesa em 2005.