Fechar

François Kahn

François Kahn fez parte do grupo Théâtre de l’Expérience, em Paris, de 1972 a 1975. Em 1973, conheceu Grotowski e participou como guia nos trabalhos parateatrais do Teatr Laboratorium, até 1981. Foi membro do Gruppo Internazionale l’Avventura, em Volterra (Itália), de 1982 a 1985. Desde então, dedica-se ao teatro, como ator, diretor e dramaturgo, principalmente no Centro per la Sperimentazione e la Ricerca Teatrale de Pontedera (Itália). Cria monólogos em francês, italiano e português, a partir de textos e espaços não teatrais, no âmbito do projeto TEATROdaCAMERA e, paralelamente, desenvolve uma atividade pedagógica com alunos e atores na Itália e no Brasil. Desde os anos 1990, mantém parceria com diversas escolas de formação de atores e Universidades de Teatro brasileiras. Desde 2017, conduz anualmente o laboratório Caminhos do Silêncio — uma iniciativa do grupo de pesquisa CRIA Artes e Transdisciplinaridade, da EBA/UFMG, que reúne artistas e pesquisadores de diversas Universidades da América do Sul e Europa.